Niketche (Edição de bolso): Uma história de poligamia | Paulina Chiziane

Rami é uma esposa fiel e subserviente. Ela faz o que manda a tradição, mas nem assim consegue ser amada por Tony, com quem é casada há vinte anos. Certo dia, Rami descobre que o marido tem várias amantes – e filhos – por todo o Moçambique, e decide conhecê-las uma a uma. “Eu, Rami, sou a primeira-dama, a rainha mãe. […] O nosso lar é um polígono de seis pontos. É polígamo. Um hexágono amoroso”, diz. A partir desse encontro surpreendente, todas terão suas vidas completamente transformadas.

Prêmio Camões 2021

De origem humilde, Paulina Chiziane foi a primeira mulher moçambicana a publicar um romance, apesar de não se considerar romancista, mas uma contadora de histórias. Em Niketche, ela mistura bom humor, consciência social e lirismo para traçar um vigoroso painel da condição feminina e da sociedade de seu país.

PAULINA CHIZIANE

PAULINA CHIZIANE

Nasceu em 1955, em Moçambique. Depois de publicar alguns contos na imprensa, estreou com A balada de amor ao vento, em 1990. Além de Niketche, é autora de Ventos do Apocalipse, O sétimo juramento, O alegre canto da perdiz, entre outros. Em 2021, venceu o prêmio Camões de literatura.

Rodateto

Descrição do produto

Sobre o Autor

PAULINA CHIZIANE nasceu em 1955, em Moçambique. Depois de publicar alguns contos na imprensa, estreou com A balada de amor ao vento, em 1990. Além de Niketche, é autora de Ventos do Apocalipse, O sétimo juramento, O alegre canto da perdiz, entre outros. Em 2021, venceu o prêmio Camões de literatura.

1800,00 MT

Esgotado

Esgotado

10 Pessoas acessando este produto agora!
  • Entrega domiciliar (somente Maputo e Matola)

Efectuamos entrega gratuita aos cliente para Maputo e Matola

3 a 48 Horas

Grátis

  • Envio por Portador diário

Efectuamos envio por Portador diário para pedidos fora de Maputo,

1-4 Dias

Sujeitos Custo adicional (se comprar mais de 3 livros, ou seja, 4 ou mais, o envio é gratuito)

Payment Methods:

Descrição ou Sinopse

Um dos romances moçambicanos mais renomados do século XX, agora em edição de bolso.
Da vencedora do Prêmio Camões 2021.

Rami é uma esposa fiel e subserviente. Ela faz o que manda a tradição, mas nem assim consegue ser amada por Tony, com quem é casada há vinte anos. Certo dia, Rami descobre que o marido tem várias amantes ― e filhos ― por todo o Moçambique, e decide conhecê-las uma a uma. “Eu, Rami, sou a primeira-dama, a rainha mãe. […] O nosso lar é um polígono de seis pontos. É polígamo. Um hexágono amoroso”, diz. A partir desse encontro surpreendente, todas terão suas vidas completamente transformadas.
De origem humilde, Paulina Chiziane foi a primeira mulher moçambicana a publicar um romance ― apesar de não se considerar romancista, mas uma contadora de histórias. Em Niketche , ela mistura bom humor, consciência social e lirismo para traçar um vigoroso painel da condição feminina e da sociedade de seu país.

Especificações

ISBN

ISBN

978-6559210107

Editora

Editora

Companhia de Bolso

Autoria

Escritores

Paulina Chiziane

Número de páginas

Número de páginas

296

Data da publicação

Data da publicação

23 fevereiro 2021

Idioma

Idioma

Português

Avaliação

0 comentários
0
0
0
0
0

Avaliações

Limpar os filtros

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Niketche (Edição de bolso): Uma história de poligamia | Paulina Chiziane”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 2 3 4 5
1 2 3 4 5
1 2 3 4 5